13 de agosto de 2008

Coragem e alegria

Em um dia do homem estão os dias
do tempo, desde o inconcebível
dia inicial do tempo, em que um terrível
Deus prefixou os dias e agonias,
até aquele outro em que o ubíquo rio
do tempo terrenal torne a sua fonte,
que é o Eterno, e se apague no presente,
no futuro, no passado o que agora é meu.
Entre a aurora e a noite está a história
universal. Do fundo da noite vejo
a meus pés os caminhos do hebreu,
Cartago aniquilada, Inferno e Glória.
Dá-me, Senhor, coragem e alegria
para escalar o cume deste dia.


* 'James Joyce', poema do argentino Jorge Luis Borges *

2 comentários:

Cecília Borges disse...

poesia linda!

PAUL CONSTANTINIDES disse...

e vamos escalando menina.
mas qto mais escalamos, porem,
mais longe, parece estar o cume.

abs
bjs
Paul