6 de agosto de 2008

Carmen Slawinski expõe no Parque das Ruínas

Taí uma exposição imperdível para quem se encanta com uma iluminação bacana como eu. A artista plástica Carmen Slawinski faz essas interferências super bonitas em lugares que a gente passa toda hora, como este velho armazém de Santa Teresa na foto abaixo; a fachada do Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro, e o túnel da Rua Alice, em Laranjeiras. O novo trabalho dela transformou o Parque das Ruínas. Quer ver? A mostra 'Contenções' fica em cartaz até 5 de outubro e pode ser visitada de terça a domingo, das 8h às 20h. Grátis.

Com esta exposição, a artista dá continuidade às suas interferências urbanas. "As ruínas tecem o fio da meada da memória quase perdida", diz Carmen. Ao todo, são quatro interferências nas ruínas. "Centenas de delicados fios de lã, esticados em planos, serão banhados por luzes vermelhas. Ao olhar as grandes estruturas formadas, vai ficar no ar a impressão de que a luz emana dos fios em brasa", explica a artista.

Feixes de lã branca definem planos que se cortam. Há fios mudando a arquitetura da casa, outros criando uma coluna que, ao ser acesa, transforma a delicadeza da lã em fios eletrizados. No grande espaço com pé direito de doze metros, fica o ‘Colosso’, que vai do teto ao chão. Todas as peças receberão luz vermelha localizada. Na sala de exposição, são projetadas fotos noturnas das intervenções para quem visitar o espaço durante o dia, além de registros fotográficos dos trabalhos anteriores de Carmen.

Sobre a artista, escreveu a célebre pintora portuguesa Maria Helena Vieira da Silva (1908 - 1992), uma de suas principais incentivadoras: "Se eu tivesse um espaço a construir, para lhe dar vida, instalaria as tempestades de cor de Carmen, os ventos de todas as direções, os sinais estranhos das florestas do norte do país, as quedas d´agua e as noites de lua cheia".

* Fotos de divulgação *

3 comentários:

Claudia Holanda disse...

belo, mmuito belo.

monica disse...

cladinha: vamos ver a expo domingo? o parque deve estar chocante ;)

buliversando disse...

Com essas fotos não tem como não ficar morrendo de vontade de conferir a exposição.

Eu acho genial a capacidade que a luz tem de mudar completamente um local, uma imagem tanto para o bom como para o ruim e no trabalho dessa moça como é bom.

com certeza vou conferir.

Até a próxima moça.