4 de abril de 2008

Por ora é Bob Dylan



A bela Cate Blanchett está mais Bob Dylan do que qualquer um (se bobear, mais do que o verdadeiro rs rs rs) em 'Não estou lá', denominado pela imprensa como 'cinebiografia fictícia' do astro americano. Dirigido por Todd Haynes, o filme embaralha um pouco da história de Dylan com as imagens das letras de suas elaboradas canções. Mesmo para não iniciados no universo Bobdylaniano - que é originalíssimo em tudo o que se propõe a criar, seja como cantor, compositor, guitarrista, gaitista e pintor -, vale a pena encarar o surrealismo da película. Aposto como você vai sair do cinema com, no mínimo, vontade de ler alguma coisa sobre ele e ouvir seus álbuns.



Descobri na Rádio Uol uma pilha de discos de Dylan e, ao som de tantas baladas folk, topei com um poema de Charles Bukowski que termina assim ó:

"mas por ora

é Bob Dylan
Bob Dylan Bob
Dylan por aí
afora"

3 comentários:

paul constantinides disse...

Bob Dylan eh super duper cool!!
q legal q vcs tiveram chance de ve-lo ai, recentemente, ao vivo.

as coisas estao sempre blowing in the wind,com certeza.

Dylan eh meio pai deste lance de aliar poesia e musica, trovadorismo moderno contemporaneo...

vamos por ai afora.
abs
paul

Anônimo disse...

Moniquinha,
Nao esquecer de "No Directions home" de Martin Scorcese sobre Dylan, um dos melhores documentarios sobre musica que ja' vi. Alias, percebi que o DVD distribuido nao faz a traducao da letra da fantastica musica de Odetta (Water boy) ao contrario da versao que foi mostrada no canal a cabo GNT. E completando: Modern Times e' maravilhoso...
Grande beijo!
Egeu Laus

monica disse...

valeu, paul!
egeu, val comprou o 'no direction home' e tô vendo aos pouquinhos pra assimilar tudo. é fantástico, super bem ilustrado tudo o que ele conta, né?
beijão! :))