2 de abril de 2008

Novidades (pra mim)



A amiga-fundamental Marcella Linhares me presenteou numa tarde dessas com três álbuns bonitos demais, vocacionados para repetir bastante na vitrola daqui de casa. Bordado, o primeiro disco solo de Rodrigo Maranhão, cantor, compositor e violonista, traz onze faixas autorais com gosto de terra, brisa e um sol amarelão no horizonte. Destaco 'Interior', 'Todo dia', a faixa-título e 'Pra tocar na rádio'. Rodrigo também é vocalista do Bangalafumenga e já foi gravado, entre outras, por Fernanda Abreu, Maria Rita e Roberta Sá.



E por falar na Roberta, olha como ela fica toda boba com as canções do Rodrigo! (risos).
Que belo estranho dia pra se ter alegria, a segunda bolacha da moça, não tem a pressão do anterior, 'Braseiro', mas é muito instigante. Produzida por Rodrigo Campello, Roberta aproxima os veteranos Sidney
Miller ('Alô, fevereiro'), Carvalhinho ('Interessa?') e a dupla
Dona Ivone Lara e Delcio Carvalho (
'Cansei de esperar você') dos mais jovens Quito Ribeiro, Moreno Veloso, Edu Krieger,
Lula Queiroga e Pedro Luís. Discaço.

O instrumental Outro rio, de Ricardo Silveira, é mais um achado imperdível do selo MP,B. O álbum deste guitarrista e compositor de mão cheia nos arrasta feito correnteza para o fundo de um oceano sonoro e reconfortante. Delícia ouvir temas como
'Chuva de amanhã', 'Água nascente', 'Lua em rangiroa' e 'Melhores tempos'.

(Fotos de divulgação de Rodrigo Maranhão e Roberta Sá)

4 comentários:

paul constantinides disse...

morando no exterior fica dificil ter estas "bolachas" aqui.
mas tah valendo o toque menina; e de fato este povo ai deve ser bom sim. tem o astral.

take care
Paul

Marcelo disse...

Estou bastante curioso para ouvir esse CD do Rodrigo...

Henrique disse...

Rodrigo é bom compositor mesmo.

Roberta Sá. Dois discos bacanas, uma voz linda, charme...

monica disse...

gracias, rapazes! ;)