15 de abril de 2008

Música indígena e Dani Spielmann esta noite



As índias Wauja, habitantes do Xingu, têm encontro marcado com a cantora, compositora e pesquisadora do universo indígena Marlui Miranda logo mais, às 18h30. A proposta é levar para dentro do Teatro II do CCBB-Rio o ritual milenar
'Iamurikumã, o canto das mulheres indígenas', que aborda a consciência dos papéis masculinos e femininos na tribo. O espetáculo faz parte do projeto 'Donzela Guerreira', uma homenagem à presença feminina na história da música. O CCBB fica na Rua Primeiro de Março, 66, no Centro. Ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia-entrada).



Mais tarde, às 21h, a saxofonista e flautista Daniela Spielmann, minha amiga querida, estréia a série 'Terças instrumentais' do Carioca da Gema, ao lado dos bambas Marcelo Caldi no acordeon, Nando Duarte no violão sete cordas, Alessandro Valente no cavaquinho e Carlinhos Cezar na percussão. O tempero de Dani é sempre carregado de sambas, choros, maxixes e outros ritmos bem brasileiros. Aparece lá: Avenida Mem de Sá, 79, na Lapa carioca. Couvert a R$ 15.


(Em cima, reprodução de um desenho Wauja; embaixo, foto de divulgação)

2 comentários:

PAUL CONSTANTINIDES disse...

beleza!! obrigado pela linkada, se gosta do Antonio Adolfo de um look hoje.


no mais viva a musica brasileira, a da terra, a do indio e tudo mais....e vc, ai no Rio, total delirio cultural,e eu, morando aqui e morrendo de inveja , mas na boa tbm.
abs
paul

monica disse...

paul: adoro antonio adolfo! aliás, estive ontem com as filhas dele, luísa e carol saboya. sou muito amiga da lu e vamos trabalhar juntas no novo disco da carol. vou repassar o link pra elas. um beijo!