8 de abril de 2008

Toda a força do congado mineiro



Já que, definitivamente, música é o assunto mais em pauta por aqui, vamos falar sobre
Déa Trancoso, cantora e pesquisadora do Vale do Jequitinhonha, que canta amanhã para cariocas no Teatro Rival BR (Rua Álvaro Alvim, 37). No roteiro, faixas do álbum Tum tum tum, entre elas ‘Tupinambá’, ‘Luandas’ e ‘Filho da folha’, todas de domínio público, com adaptação livre de Déa. O álbum foi lançado há dois anos e indicado ao Prêmio TIM de Música Brasileira 2007 em quatro categorias - disco regional, cantora regional, projeto visual e cantora voto popular.

Acompanhada por André Siqueira alternando violão e viola caipira de 14 cordas, Tabajara Belo no violão e André Vercelino na percussão, Déa receberá duas convidadas especialíssimas: Vânia Lucas a bordo da viola da gamba e cantora e compositora Tita Parra, neta de Violeta Parra.

Para quem só conhece Violeta de nome, cabe um adendo. Foi compositora, cantora, artista plástica e ceramista, apontada como a mais importante folclorista chilena e um dos pilares da música popular daquele país. Compôs ‘Volver a los 17’, sucesso nas vozes de Mercedes Sosa e Milton Nascimento, e ‘Gracias a la vida’, gravada por Elis Regina.

Ouça: www.myspace.com/deatrancoso

(Foto: Monica Ramalho - que não sabe clicar show!)

Um comentário:

Tereza Cândida disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.