2 de julho de 2008

O que fizeram com a poesia do Incrível Hulk?


Quem cresceu vendo o doutor David Benner, interpretado por Bill Bixby, voltar pra casa todo esfarrapado após uma daquelas transformações no Incrível Hulk, acompanhado apenas por uma musiquinha triste ao fundo, pode - e deve - se esquivar para todo o sempre do novo filme sobre o personagem, dirigido pelo francês Louis Leterrier e estrelado por Edward Norton em par romântico com (a boca de) Liv Tyler.

Vale lembrar que na década de 80, o ator que vivia o Hulk era bem grande, Lou Ferrigno, mas uma pessoa de carne-e-osso, não um monstro descomunal, que está mais para King Kong do que para super-herói da Marvel. E o que é aquele estica-e-puxa da calça do pobre coitado? E o que é mostrar o Brasil como uma eterna Rocinha, cuja fábrica de suco cai aos pedaços e necessita dos conhecimentos de um americano para funcionar?

Como diz a amiga Paula Thiesen, "o Rio de Janeiro é uma grande favela", mas mostrar a cidade apenas como um cenário abarrotado de casebres de tijolos e zinco é de lascar. Ah, e por favor, quem recolheu aquele bando de peruanos da Estação Carioca para fazer figuração no Largo das Neves, fingindo estarem todos sorridentes e vendendo badulaques no México?

Foi o Daniel quem nos levou para assistir ao filme, e, é claro que rimos muito em diversas cenas e torcemos para o mocinho ficar com a mocinha no final. Deixei o cinema com vontade de jogar carros e edifícios pelos ares, ansiando pela cura do cientista solitário, cujo único antagonista até esta película de Leterrier era a verde radiação selvagem.

(Foto: divulgação de Lou Ferrigno e Bill Bixby caracterizados)

9 comentários:

Val Becker disse...

E por falar em radiação selvagem... acho que ela pega até em bermudas! Que crescem e diminuem com a mesma 'elasticidade' que o protagonista!!

Olha, pra quem viu praticamente TODOS os episódios do Incrível Hulk dos anos 80, ver essa versão tosca, em que o Largo das Neves é o México; a Floresta da Tijuca, Guatemala; os (d)efeitos são piores do que brincadeira de sombra na parede...

Só posso dizer que valeu pelas risadas, pelo programa da nossa familinha na segunda-feira, por jantar pipoca com coca-cola e pela Liv Tyler linda e apaixonadinha, é claro, né, amada?!
:))

PAUL CONSTANTINIDES disse...

A ignorancia sobre o Brasil eh tao DESCOMUNAL como a monstruosidade do Hulk.
NAO VI O FILME...e parafraseando o Oswald de Andrade: "Nao vi e nao gostei".

mas como sempre , valeu o comentario Monica.

minha epoca de TV na tenra infancia foi o National Kid contra os Incas Venusianos...a lider dos Incas era uma mulher linda usando um colant negro,tipo mergulhador, sobre a cabeza duas pontas bem longas....um prenuncio da mulher gato (Batman anos 70)
bem......fico com a Liv Taylor do Lord of the Rings....

abs
Paul

Claudia Holanda disse...

po, sacanagem esse filme... Eu gostava tanto do incrível,mesmo sabendo que os finais eram sempre os mesmos: aquela musiquinha, ele na estrada com uma mochila e sem conquistar a mocinha..
Tive até um cachorrinho, um poodle preto, batizado de Hulk.
mas , po, esse filme é uma esculhambação.

monica disse...

val: o dani riu quando leu que foi ele quem nos levou ao cine. na real, na real mesmo... quem escolheu o filme fomos nós, né, amada?

paul: lembro de um amigo há anos contando que o povo de san francisco, da faculdade de cinema, perguntava se a gente andava de cipó no brasil. absurdo total!

claudinha: só que nesse filme a LIV TYLER é louca por ele. assim, nêga, até eu queria ser um gigante horroroso e com cor de vômito! hahahaha

Claudia Holanda disse...

mas até isso é errado, pois no original, David Benner não pega ninguém..
muito menos a Liv Tyler..
ora quem já viu?!

Val Becker disse...

Ahahahahahah. Claudinha, você é uma figura mesmo! ahahahaha.
Uma das marcas registradas, característica marcante, presente até em dissertação de mestrado sobre o assunto é que o David Benner, realmente, é um PN (pega-nínguem). ahahhaha. Liv Tyler...

PAUL CONSTANTINIDES disse...

o mundo tem varias divisoes moniqueta...uma delas eh dos que ignorantes e dos que querem saber.
a opcao a tomar eh facil.
mais ai tem outra divisao..a dos preguicosos mentais e dos que nao sao..e enfim, a vida continua...
o Brasil continua lindo, o mundo esta giranto, a gente vai amando...

ontem foi meu aniversario e roubo um pedaco do bolo ai do post de cima..

abs
Paul

Claudia Holanda disse...

ahahahah
Isso aí Val, pode crer!
O cara é fraco demais.

ahahahahaha

feroli disse...

Hulk não é um herói Marvel?